THOUSANDS OF FREE BLOGGER TEMPLATES ?

sexta-feira, 4 de Abril de 2008

Calendarização das actividades

  1. 15 de Abril Conferência sobre Drogas, na Escola
  2. De 8 a 23 de Abril Realização e preparação da apresentação às turmas seleccionadas do 9.º e 10.º anos
  3. 24 de Abril Visita à Associação Foz, Nadadouro
  4. De 28 de Abril a 2 de Maio Contacto com psicólogos, médicos, psiquiatras e/ou outros técnicos para realização de um debate com as turmas 10.ºG e 10.ºI e alguns alunos que desejem comparecer e por todas as pessoas interessadas
  5. 6 de Maio Apresentação com debate com a psicóloga Sónia Leirião e dois ex-toxicodependentes
  6. De 12 a 16 de Maio Semana Rafael Bordalo Pinheiro
  7. De 26 a 30 de Maio Apresentação do projecto ao Conselho Pedagógico

terça-feira, 25 de Março de 2008

Dopamina

4 A dopamina é um neurotransmissor sintetizado por certas células nervosas que age em regiões do cérebro promovendo, entre outros efeitos, a sensação de prazer e a motivação.

Nome sistemático: 4-2(aminoetil)benzeno-1,2-diol
Fórmula molecular: C8H11NO2

Fonte: http://www.dq.fct.unl.pt/cadeiras/qpn1/proj/dopamina/index.htm



4 A dopamina é um medicamento com efeitos muito potentes, usado em algumas situações de extrema gravidade, que colocam em risco a vida do doente.
Para que se utiliza
A dopamina utiliza-se com o objectivo de:
1. aumentar a capacidade do coração para bombear sangue;
2. aumentar a pressão arterial (em situações em que está muito baixa);
3. aumentar a quantidade de urina produzida (em situações em que essa quantidade está muito diminuída).

Fonte: http://www.millenniumbcp.pt/site/conteudos/75/medicam/article.jhtml?articleID=125036



4 Mediador químico sintetizado por certas células nervosas, presente nos sistemas nervosos central e periférico. Na cadeia das catecolaminas, a dopamina é o elo intermédio entre a dopa, da qual é derivada, e a noradrenalina, da qual é precursora. A sua acção é semelhante à da noradrenalina (menos intensa e mais estável) excepto ao nível das coronárias, do rim e do intestino, onde exerce acção vasodilatadora. O défice de dopamina de certas estruturas nervosas centrais explica em parte a sintomatologia da doença de Parkinson.
Nome químico: dihidroxifeniletilamina.

Fonte: http://www.medicosdeportugal.iol.pt/action/10/glo_id/4191/?menu=2

Serotonina

A serotonina é uma substância presente no cérebro que regula o humor, a ansiedade, o apetite e o sono.

Um dos aspectos que contribui para tornar a serotonina tão especial é a imensa variedade de funções a que está ligada. Actua no desempenho motor de músculos e vísceras, na regulação dos sistemas cardiorrespiratório e endócrino, na regulação da temperatura corporal, na percepção sensorial, na aprendizagem, na memória, no comportamento alimentar e sexual e mesmo em estados psíquicos como o humor, o vício e a depressão. É interessante observar que, apesar dessa ampla variedade de funções como substância neuroactiva, o sistema nervoso apenas contém 1% da serotonina existente no corpo.

A vontade de comer um chocolate não passa com outro doce. A química que ocorre entre o chocolate e o nosso prazer é especial. O chocolate vicia devido a um de seus componentes básicos, o aminoácido feniletilamina, precursor da serotonina que tem sua produção aumentada quando comemos chocolate.

As mulheres sintetizam menos serotonina que os homens. Daí a maior propensão destas a sofrerem de uma série de doenças relacionadas com a falta de serotonina, de entre as quais a depressão.

O ecstasy é conhecido com a "Pílula do Amor", já que aumenta a concentração de serotonina que está intimamente ligada às sensações amorosas.

A Lavanda relaxa e estimula a produção de serotonina.

Podemos encontrar serotonina entre as substâncias que estão nos pêlos das urtigas.

Ecstasy

Aqui apresento alguns tópicos como apontamentos, sobre o ecstasy:


8 Nome científico: metilenodioximetanfetamina (MDMA)

8 É uma droga sintética e neurotóxica (afecta o cérebro)

8 Os seus efeitos na fisiologia humana são:

  1. bloqueio da reabsorção da serotonina, dopamina e noradrenalina no cérebro;
  2. causa euforia, sensação de bem-estar, alterações da percepção sensorial, perda de líquidos

8 A sua história:

  • a patente da substância foi registada a 24 de Dezembro de 1912 pela empresa farmacêutica "Merck";
  • foi sintetizada por Anton Köllisch, químico alemão, em Darmstadt;
  • a patente foi aceite em 1914;
  • foi sintetizada com o objectivo de ser usada como um redutor do apetite, mas nunca foi usada para tal;
  • o uso "recreativo" surgiu em 1970 nos E.U.A;
  • em 1977 foi proibida no Reino Unido e em 1985 nos E.U.A.

8 A experiência:

  • dependendo da quantidade ingerida, demora cerca de 30 a 60 minutos a ter efeito;
  • tem efeitos pouco duradouros;
  • quando ingerido oralmente, dura 3 a 4 horas podendo ser de 6 horas;
  • causa insónias, reacções musculares como espasmos involuntários, espasmos do maxilar, dor de cabeça, visão turva, manchas roxas na pele;
  • causa também náuseas, desidratação (estes efeitos não são tidos em conta pelo consumidor porque ele não se apercebe);
  • ignorando os efeitos pode causar exaustão, convulsões e mesmo a morte;
  • quando consumido com bebidas alcoólicas pode causar choque cardiorrespiratório e morte;
  • tem efeitos secundários como depressão, erupções cutâneas no rosto, perda de memória para usuários muito frequentes (é reversível caso o consumidor pare de consumir);
  • actua no sistema nervoso central, mais especificamente no sistema serotonérgico;
  • ao consumidor recomenda-se o consumo, nos dias seguintes, de alimentos que induzam a libertação de serotonina (como o chocolate e o abacaxi) e também alimentos ricos em triptofano (percursores da serotonina).

Liliana Ferreira

sexta-feira, 7 de Março de 2008

"Sempre em pé", 18 de Dezembro de 2007


Procurar + - 8 min. 30 s.

quinta-feira, 6 de Março de 2008

Associação Foz-Recuperação de Toxicodependentes
Caldas da Rainha - Nadadouro
R Poça Ninhos 60, Nadadouro
2500-567 NADADOURO
262 978 244
(a viagem está estimada para 20 min. segundo o site www.pai.pt)

sábado, 16 de Fevereiro de 2008

Abraços, não drogas


Free Widgets